Sol Ponte Motel

Em uma partida em que a vontade superou a técnica, o Ceará SC venceu o Mogi Mirim e seguiu sua luta contra o descenso.
Na estréia do técnico Toninho Cecílio, o Mogi Mirim surpreendeu pela volúpia inicial.
O Sapão, no primeiro tempo, até chegou com mais perigo ao ataque.
Aos 14 minutos, Everaldo entrou sozinho na grande área pelo lado direito e foi bloqueado pela saída do goleiro Éverson.
Éverson também defendeu a falta bem cobrada por Marlon, aos 30 minutos.
O Ceará, mesmo precisando da vitória, começou a partida, sem vibração, respeitando a equipe do Mogi Mirim apenas ameaçou com bolas alçadas na área.
Numa delas, aos 20 minutos, Siloé perdeu a chance de subir e cabecear, perdendo uma das melhores chances do Alvinegro de Pornagabuçu na primeira etapa.
E sem muitas chances reais de abertura do placar, encerrou-se a primeira etapa.

No segundo tempo, O Ceará SC voltou com a marcação mais adiantada, partindo para o velho e conhecido ''abafa''.
E foi assim que o Vovô conseguiu um pênalti aos 5 minutos, quando o numa falta cobrada por Ricardinho, o volante Baraka que dentro da pequena área, aproveitava um rebote cedido pelo goleiro Daniel, do Mogi, foi calçado pelo também volante Franco dentro da área.
O árbitro, bem colocado, deu penalidade máxima no lance.
Na cobrança, Ricardinho bateu forte e rasteiro no canto direito de Daniel, que saltou certo, mas não conseguiu defender a bola.
Assim, o Ceará SC abria o placar no estádio Romildo Ferreira. 

Aos 22 minutos, o jogo foi paralisado devido a um problema na iluminação do estádio.
Ficando assim por 37 minutos, até que os problemas na problemas no sistema de iluminação do Romildão fossem sanados.
No recomeço da partida, Siloé fez bela jogada pela lateral esquerda do campo, penetrou pela linha de fundo, onde foi empurrado pelo zagueiro Pablo, do Sapão, que cometeu outro pênalti, bem assinalado pela arbitragem.
Desta vez, Ricardinho cobrou forte do lado esquerdo do goleiro e fez 2 a 0, aos 25 minutos da etapa final.
No restante da partida, o Mogi não teve poder de reação, o Ceará valorizou a posse de bola e celebrou outra vitória importante;
A terceira vitória consecutiva do técnico Lisca a frente do Mais Querido.

Com o resultado, o Ceará SC chega aos 35 pontos e dimunui para três pontos a diferença para o primeiro colcocado fora da zona de rebaixamento, o Macaé, que tem 38 pontos. Já o Mogi Mirim, segue na lanterna com 22 pontos e está matematicamente rebaixado para a Série C do Campeonato Brasileiro.

Na 34ª rodada, O Vozão recebe a equipe do ABC na sexta-feira, dia 6, na Presidente Vargas, às 20 horas (Horário Local) 

Ficha Técnica:

Campeonato Brasileiro Série B'15
33ª Rodada
Mogi Mirim Esporte Clube 0 X 2 Ceará Sporting Club
Data/Horário: 31.10.2015 / 16:30 h
Local: Estádio Romildo Ferreira - Mogi Mirim (SP)
Árbitro: Rafael Traci - PR
Assistentes:
Luiz Souza Santos Renesto - PR
Pedro Martinelli Christino - PR

Cartões Amarelos:
Mogi Mirim EC/SP: Pablo, Marlon
Ceará SC: Victor Luís.
Gols: Ceará-CE: Ricardinho 6' 2T, Ricardinho 25' 2T

Mogi Mirim Esporte Clube:
Daniel;
Dunguinha, Pablo, Renato Camilo e Michel (Anderson);
Magal, Franco (Daniel Trajano), Henrique Motta e Marlon (Thomas Anderson);
Matheus Ortigoza e Everaldo.
Técnico: Toninho Cecílio

Ceará SC:
Éverson;
Tiago Cametá, Sandro, Charles e Victor Luis;
Baraka, João Marcos, Ricardinho e Wescley (Gilvan);

Publicado em Série B

O Ceará SC, que se prepara para enfrentar a equipe do Boa Esporte Clube, em uma partida decisiva para as pretensões do Alvinegro em pemanecer na Série B no ano de 2016, mostrou, na manhã deste sábado (24), em evento em um cinema de um shopping da capital, duas novidades á sua torcida: o documentário sobre o centenário do clube e o lançamento do seu terceiro uniforme para a temporada 2015.

O documentário mostra momentos marcantes da história centenária do clube e conta com a participação de historiadores apaixonados pela história do Mais Querido (professor Airton de Farias e o historiador Pedro Mapurunga Azevedo) e ex-atletas (Edmar ''Pulmão de aço'' e Dimas Filqueiras, o eterno Soldado Alvinegro).

O uniforme lançado na manhã de hoje, é alusivo ao Rio Branco FC, equipe que deu origem ao Ceará Sporting Club no começo do século passado, e a apresentação do mesmo, contou com a participação dos ex-atletas Reginaldo, Edmar e Claudemésio.

O mesmo já está sendo comercializado nas lojas oficiais do Ceará SC. 

Para ver mais fotos com detalhes da nova camiseta, acesse nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/artilheirocombr

Publicado em Série B
Página 1 de 4