Ceará volta a vencer o Ferroviário e pinta o estado de alvinegro pela 44o vez.
Quinta, 04 Maio 2017 12:18

Ceará volta a vencer o Ferroviário e pinta o estado de alvinegro pela 44o vez. Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Ceará vence novamente e é campeão cearense Ceará vence novamente e é campeão cearense Artilheiro

O segundo jogo da final trazia ares de decisão. A vantagem era alvinegra, conquistada após vitória por 1x0 no domingo. O time não conquistava o título desde 2014, buscava retomar a hegemonia e quebrar o jejum, mas para isso precisava voltar a vencer o Ferroviário no Castelão, nesta quarta feira(3). Enquanto o Tubarão da barra que até o início do ano estava selecionado a disputar a Segunda Divisão Cearense, mas por desistência do Alto Santo, obteve o tão sonhado retorno à elite, tentava manter o sonho de retomar as glórias de outrora.  

Os últimos retrospecto aumentava o otimismo do vovô. Nos últimos nove confrontos entre as equipes pelo Cearense, foram nove vitórias, inclusive as duas desse ano. O resultado necessário pro título alvinegro.

A Finalíssima

Além dos últimos retrospectos ser favorável ao alvinegro. A equipe comandada por Vladimir de Jesus teria que superar um rival que até então sob comando de Givanildo Oliveira, não sabia o que era perder. Até então, nove jogos, cinco vitórias e quatro empates. Enquanto Vladimir de Jesus fazia seu nono jogo no comando do time coral, onde obteve até ali, duas vitórias, duas derrotas e quatro empates.

As duas equipes foram ao jogo, no esquema 4-1-4-1 variando para o 4-3-3, no domínio da bola. Com esquemas similares, os confrontos seriam importantes para o domínio do meio campo. Melhor para o alvinegro que propôs jogo e buscou fazer o resultado. Com a dupla Richardson e Wallace Pernambucano levando vantagem sobre Mimi e Jonathas, o Ceará tomou conta do primeiro tempo e criou as principais jogadas.

Logo, aos oito minutos da etapa inicial, Richardson acionou o Cametá que infiltrou por dentro da marcação e finalizou cruzado, rente ao gol.  Aos 21 minutos, agora pelo lado esquerdo, uma triangulação começada por Lelê, com ultrapassagem do Romário, nas costas do Gustavo, lateral do Ferroviário, a bola seria rolada pro Magno Alves. O artilheiro alvinegro, na hora de finalizar, errou o chute.

A pressão aumentava, e a ideia inicial do Ferroviário não dava certo. O time não conseguia passar do meio campo, com as linhas alvinegras adiantadas, sufocando a saída de bola. Mimi e Jonathas não conseguia acionar Valdeci e Vitinho. Everson era mera espectador, apesar do bom chute do Jonathas no canto, que exigiu uma boa defesa, o time coral não ameaçava o alvinegro. O gol do Ceará era questão de tempo.

Aos 40 da primeira etapa, o domínio do jogo era colocado no placar. Magno Alves após receber a bola, finaliza com categoria, a bola caprichosamente bate na trave, e no rebote, Wallace Pernambucano fazia o gol. O meia havia feito o gol da vitória no domingo, aparecia novamente.

No segundo tempo, o Ferroviário saiu mais pro jogo, tentou subir a marcação e pressionar o Ceará, mas a limitação técnica era aparente e o alvinegro senhor do meio campo, aproveitava os espaços que eram cedidos. Com Lele chutando pra fora e Wallace parando no Mauro, o Ceará em cinco minutos mostrava que o tubarão da Barra não podia atacar desesperadamente. Ainda sim, em jogada pela direita, a bola cruzada pra trás encontraria Valdeci. O atacante girou e forçou a bela defesa de Everson. Melhor lance coral na partida.

O jogo se mantinha sob controle do Ceará. Ditava o ritmo da partida, e nem mesmo as alterações do Vladimir de Jesus mudava o tom da partida. Sem sofrer perigos atrás, o vovô desperdiçava chances na frente. Magno Alves parou no Mauro, em jogada onde saiu cara a cara com o goleiro. O grito de gol entalado nesse lance, sairia aos 39 com Raul. O volante responsável pelo baçanço defensivo do Ceará, recebeu a bola e chutou cruzado. Não restava dúvidas a torcida. O título seria decidido nesta quarta.

Próximos jogos

O Ceará que conquistou seu 44o título estadual, só voltará a jogar na sexta dia 12 de maio, quando jogará contra o CRB, em Maceió, na estreia do clube no Brasileirão Série B. Já o Ferroviário que volta a ser vice estadual após 14 anos, aguardará a Fares Lopes no final do ano, mas com a garantia de calendário cheio em 2018 com direito a Copa do Brasil, Copa do Nordeste e vaga assegurada para a Quarta divisão nacional.

FICHA TÉCNICA

Local da partida: Arena Castelão

Data: 03/05/2017

Hora: 21:45

Ceará: Everson; Tiago Cametá, Luiz Otávio, Rafael Pereira, Romário; Raul, Wallace Pernambucano(Pedro Ken aos 32/2T), Richardson; Lelê(Rafael Carioca 45/2T), Victor Rangel(Alex Amado 26/2T) e Magno Alves.

Técnico: Givanildo Oliveira

Ferroviário: Mauro; Gustavo(Batata 10/2T), Tony Belém, Túlio e Jeanderson; Gláuber, Mimi(Maxwell 26/2T), Jonathas; Assisinho, Vitinho e Valdeci(Leandro 10/2T).

Técnico: Vladimir de Jesus

Gols: Wallace Pernambucano aos 40/1T, Raul aos 39/2T (CEA)

Cartões amarelos: Ferroviario - Jonathas aos 4/1T, Glauber aos 22/2T, Maxwell aos 37/2T; Ceará - Richardson aos 9/1T, Victor Rangel aos 14/1T, Romário aos 46/1T, Raul aos 14/2T.

Árbitro: César Magalhães

Assistente 1: Nailton Oliveira

Assistentes 2: Mardônio Ribeiro

Público Pagante: 26.157

Renda: R$ 457.103,00

Lido 257 vezes