Sol Ponte Motel

Uniclinic e Itabaiana têm motivos para festejar e lamentar ao mesmo, após o empate em 1 a 1, Neste domingo, em partida valida pela terceira rodada do grupo A8 do Campeonato Brasileiro da Série D. Jogando no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, Uniclinic e Itabaiana empataram em 1 a 1, Os visitantes largaram na frente com Janilson. Mas na etapa final os donos da casa empataram com Enercino, cobrando pênalti. Com o resultado, o Uniclinic continua na liderança com sete pontos, mas diminuiu sua vantagem para o segundo colocado, o Potiguar, que chegou a seis pontos. O Itabaiana caiu para a terceira posição, agora com quatro pontos. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima rodada, no próximo domingo, às 16h, desta vez no Estádio Etelvino Mendonça, em Itabaiana. O JOGO Jogando em casa, o Uniclinic tentou de pressionar o Itabaiana, que procurou se defender e jogar nos contra-ataques, tática que se mostrou muito boa, pois o Itabaiana foi quem teve mais sucesso em sua estratégia. Após ter três oportunidades de marcar, abriu o placar aos 43 minutos da etapa inicial. Igor tocou para o Ceará na direita, que ajeitou a bola e mandou para Janilson. Sem marcação, este mandou forte para o gol do Uniclinic. Um petardo sem chances para o goleiro Alex do time da Lagoa redonda. Na etapa final o panorama foi o mesmo os visitantes com maior posse de bole e maior numero de jogadas perigosas muito firmes na marcação e dominando tranquilamente a meia cancha e os donos da casa realmente não estavam em um bom dia, conseguiram a igualdade é verdade, mas após a marcação de um pênalti, bola foi levantada na área, e o zagueiro Diogo colocou a mão na bola. Enercino cobrou rasteiro, no canto esquerdo e empatou. Porem foi só pressão do visitante até o final e o Uniclinic se defendendo como podia. FICHA TÉCNICA Uniclinic-CE 1x1 Itabaiana-SE 1ª Fase 3ª rodada Data 26/06/2016 Horário 16h00 Local Estádio Presidente Vargas - Fortaleza (CE) Árbitro Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL) Assistentes Jailson Albano da Silva (CE) e Ramon Lima Machado (CE) Cartões Amarelos Uniclinic-CE: Jô Boy, Jardel Itabaiana-SE: Fabiano, Daniel Gols Uniclinic-CE: Enercino 28' 2T Itabaiana-SE: Janilson 44' 1T Uniclinic-CE Alex; Douglas; André Lima, Marcelo Amaral, Guidio; Guto, Jó Boy (Adenilson), Leanderson, Preto (Rael); Enercino e Dico (Jardel) Técnico: Maurílio Silva Itabaiana-SE Max; Ceará, Tiago Garça, Heverton, Diogo Orlando; Janilson, Daniel, Eusébio (Jucemar), Fabian; Igor (Diogo Pereira), Paulinho Macaíba (Léo Paraíba) Técnico: Leandro Campos

Com o resultado, o Uniclinic continua na liderança com sete pontos, mas diminuiu sua vantagem para o segundo colocado, o Potiguar, que chegou a seis pontos. O Itabaiana caiu para a terceira posição, agora com quatro pontos. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima rodada, no próximo domingo, às 16h, desta vez no Estádio Etelvino Mendonça, em Itabaiana.

O JOGO

Jogando em casa, o Uniclinic tentou de pressionar o Itabaiana, que procurou se defender e jogar nos contra-ataques, tática que se mostrou muito boa, pois o Itabaiana foi quem teve mais sucesso em sua estratégia. Após ter três oportunidades de marcar, abriu o placar aos 43 minutos da etapa inicial. Igor tocou para o Ceará na direita, que ajeitou a bola e mandou para Janilson. Sem marcação, este mandou forte para o gol do Uniclinic. Um petardo sem chances para o goleiro Alex do time da Lagoa redonda.

Na etapa final o panorama foi o mesmo os visitantes com maior posse de bole e maior numero de jogadas perigosas muito firmes na marcação e dominando tranquilamente a meia cancha e os donos da casa realmente não estavam em um bom dia, conseguiram a igualdade é verdade, mas após a marcação de um pênalti, bola foi levantada na área, e o zagueiro Diogo colocou a mão na bola. Enercino cobrou rasteiro, no canto esquerdo e empatou. Porem foi só pressão do visitante até o final e o Uniclinic se defendendo como podia.

FICHA TÉCNICA

Uniclinic-CE       1x1          Itabaiana-SE     

1ª Fase

3ª rodada

Data 26/06/2016

Horário 16h00

Local Estádio Presidente Vargas - Fortaleza (CE)

Árbitro Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)

Assistentes

Jailson Albano da Silva (CE) e Ramon Lima Machado (CE)

Cartões Amarelos

Uniclinic-CE: Jô Boy, Jardel

Itabaiana-SE: Fabiano, Daniel

Gols

Uniclinic-CE: Enercino 28' 2T

Itabaiana-SE: Janilson 44' 1T

Uniclinic-CE

Alex; Douglas;

André Lima, Marcelo Amaral, Guidio;

Guto, Jó Boy (Adenilson), Leanderson, Preto (Rael);

Enercino e Dico (Jardel)

Técnico: Maurílio Silva

Itabaiana-SE

Max;

Ceará, Tiago Garça, Heverton, Diogo Orlando;

Janilson, Daniel, Eusébio (Jucemar), Fabian;

Igor (Diogo Pereira), Paulinho Macaíba (Léo Paraíba)

Técnico: Leandro Campos

 

RONALDO DÉBER

 

A Comissão Nacional de Arbitragem (CONAF), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), definiu, através de sorteio, a arbitragem dos 34 jogos da 3ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Para os jogos dos clubes cearenses, no sábado (25/06), pelo Grupo A5, no Albertão, em Teresina-PI, às 17h, o Altos/PI receberá o Icasa/CE. Já no domingo (26/06), haverá dois jogos: pelo Grupo A6, no estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte-CE, às 16h, o Guarani vai enfrentar o Parnahyba/PI e pelo Grupo A8, o Uniclinic vai jogar, no estádio Presidente Vargas, às 16h, em Fortaleza-CE, com o Itabaiana-SE.

 

Abaixo, você confere a arbitragem dos três jogos:

 

 

Campeonato Brasileiro – Série D 2016 3ª rodada

 

Altos/PI X Icasa/CE

Grupo: A5

Data: Sábado, 25/06/2016

Horário: 17h

Estádio: Alberto Silva (Albertão), em Teresina-PI

Árbitro: Gabriel Murta Barbosa Maciel/MG (CBF3)

Assistente nº 1: Rogério de Oliveira Braga/PI (CBF2)

Assistente nº 2: Francisco Nurisman Machado Gaspar/PI (CBF1)

4º Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa/PI (CBF1)

Assessor CONAF: José Steiffel de Araújo Silva/PI

 

 

Guarani/CE X Parnahyba/PI

Grupo: A6

Data: Domingo, 26/06/2016

Horário: 16h

Estádio: Mauro Sampaio (Romeirão), em Juazeiro do Norte-CE

Árbitro: Renan Roberto de Souza/PB (CBF1)

Assistente nº 1: Anderson Moreira de Farias/CE (CBF2)

Assistente nº 2: Samuel Oliveira Costa/CE (CBF2)

4º Árbitro: Antônio Magno Lima Cordeiro/CE (CBF3)

Assessor CONAF: Paulo Sílvio dos Santos/CE

 

 

Uniclinic/CE X Itabaiana/SE

Grupo: A8

Data: Domingo, 26/06/2016

Horário: 16h

Estádio: Estádio Presidente Vargas (PV), em Fortaleza-CE

Árbitro: Dênis da Silva Ribeiro Serafim/AL (CBF2)

Assistente nº 1: Jaílson Albano da Silva/CE (CBF3)

Assistente nº 2: Ramon Lima Machado/CE (CBF3)

4º Árbitro: José Cleuton Lima/CE (CBF2)

Assessor CONAF: Francisco José de Sousa Soares/CE 

No Estádio Rei Pelé, em Maceió , o CSA não teve piedade do Guarani de Juazeiro-CE. Sem forçar o jogo, o Azulão massacrou o adversário neste domingo, por 6 a 0, e assumiu o segundo posto no Grupo A6 da Série D, com agora três pontos. Clayton (2), Obina (2), Leandro e Marcelo Nicácio fizeram os gols do time alagoano. Envergonhado após a goleada, o técnico Edson Marcelino, do Guarani, entregou o cargo ainda no campo.

 

Com a goleada deste domingo, o CSA assumiu a vice-liderança do Grupo A6 da Série D do Campeonato Brasileiro. O time alagoano tem três pontos e soma sete gols em duas rodadas. O Guarani é o lanterna da competição sem pontos e sem gols.

 

Na próxima rodada, o CSA recebe o Central-PE, no domingo, às 16h, no Rei Pelé. O

 

Guarani de Juazeiro joga no mesmo horário, também no domingo, contra o Parnahyba, no Romeirão.

 

CSA 6x0 Guarani (J)

 

2ª rodada da Série D

 

Local: Rei Pelé Maceio

 

Arbitragem

 

Clizaldo Luiz Di Pace França (PB). 

 

Assistentes

 

Maxwell Rocha da Silva (AL) e Claudio Camilo da Silva (AL) 

 

Gols: Clayton (2), Obina (2), Leandro e Marcelo Nicácio

 

CSA 

 

Jeferson; Denilson, Leandro Souza, Douglas Marques e Rafinha; Jean Cléber, Everton Heleno, Clayton, Bismarck e Jeferson Maranhense; Jônatas Obina.

 

Técnico: Oliveira Canindé.

 

GUARANI 

 

Diego; Edgard, Afonso, Henrique e Jaime; Gleidson, Ronda e Jhonata; Kelvis, Danilo Lins e Philco. 

 

Técnico: Edson Marcelino.

 

RONALDO DÉBER

 
 
 

Em partida válida pela segunda rodada da Série D na tarde deste domingo 19, no Romeirão em Juazeiro do Norte, depois de um início intenso no campo de ataque, o Icasa foi perdendo força e abrindo espaço para o Maranhão. E foi aí que a mudança ocorreu. De equipe tímida à decisiva, o time maranhense começou a ocupar melhor os espaços e frustrou as expectativas da torcida do Verdão do Cariri, que foi derrotado por 2 a 1, com gol nos acréscimos. Vaia e vergonha dos donos da casa e felicidade dos visitantes, que deixaram a incômoda lanterna do Grupo A5 da Série D do Brasileiro.

 

O primeiro tempo não foi lá tão movimentado. O Icasa começou bem, mas demorou a criar boas jogadas de ataque. Ou, pelo menos, perigosas. O Maranhão foi crescendo ao longo da partida e ameaçando o gol icasiano. No segundo tempo, os dois times se alternaram em boas jogadas de ataque, mas o Verdão do Cariri sempre vacilava mais no setor defensivo. Nesse panorama, tomou dois gols o primeiro aconteceu aos 9 minutos, à equipe maranhense subiu pela direita ao ataque e a bola sobrou para Maurício, que com belo chute e abriu o marcador no Romeirão a equipe do Icasa até que tentou e aos 15 em cobrança de escanteio, Erisvaldo Pedra testa de cabeça e deixa tudo igual no Romeirão!Porem aos 46 o Maranhão sobe ao ataque, em contra-ataque, Helton cabeceia para as redes fechando o caixão icasiano. Após a derrota na saída de campo o verdão foi vaiado por sua torcida.

 

Com a segunda rodada completa, o Icasa cai para a 3ª posição, com apenas um ponto ganho em dois jogos. O Maranhão troca de posição com o Verdão do Cariri e fica com a vice-liderança do Grupo A5, com três pontos conquistados em duas partidas. O líder é o Altos-PI. O lanterna, agora, passa a ser o Juazeirense.

 

PRÓXIMOS JOGOS

 

O Icasa volta a campo no próximo sábado (25), às 17 horas, no Estádio Lindolfo Monteiro, quando enfrenta o Altos-PI, pela 3ª rodada. O Maranhão joga um dia depois, também fora de casa, contra o Juazeirense, no Estádio Adauto Moraes, às 16 horas.

Icasa1x2 Maranhão

 

2ª rodada da Série D

Local: Romeirão – Juazeiro CE

Gols: Erisvaldo Pedra(IC)Mauricio e Helton (MA)

Cartão amarelo : Pedra, do Icasa, e Maurício, do Maranhão  

ICASA

Lopes; Alex Ferreira, Erisvaldo Pedra, Diego Goes e Alberto; Álvaro(Alex), Tony, Júnior e Léo Miranda (Marcelo); Erick e Wellington Júnior(Tiago França).

Técnico: Paulo Morgado

MARANHÃO

 Luís Miguel Paulo Rafael; Binho(Daylson), Leomar, Yuri e Wellington Lima; Sandro Bacabal, Rômulo César, Otávio e Helton; Maurício(Moisés) e Charlysson(Ratinho).

Técnico: Luís Miguel

 

 

RONALDO DÉBER

 

O Campeonato Brasileiro da Série D terá prosseguimento, para os clubes cearenses, em sua 2ª rodada, no domingo (19/06), com dois jogos e na segunda-feira (20/06), com um jogo. A Comissão Nacional de Arbitragem (CONAF), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), definiu, através de sorteio, a arbitragem dos 34 jogos da rodada. Será a vez de Icasa e Uniclinic estrearem como mandantes e o Guarani de Juazeiro, como visitante. No domingo, às 16h, em Juazeiro do Norte-CE, no estádio Romeirão, o Icasa vai jogar diante do Maranhão/MA. Também no domingo, em Maceió-CE, no estádio Rei Pelé, às 16h30min, o Guarani de Juazeiro vai enfrentar o CSA/AL. Já na segunda-feira, será a vez do Uniclinic medir forças com o Potiguar/RN, no estádio Presidente Vargas, às 20h, em Fortaleza-CE.

 

Confira a arbitragem dos três jogos:

 

Campeonato Brasileiro – Série D 2016 2ª rodada

 

 

Icasa/CE X Maranhão/MA

 

Grupo: A5

Data: Domingo, 19/06/2016

Horário: 16h

Estádio: Mauro Sampaio (Romeirão), em Juazeiro do Norte-CE

Árbitro: Suelson Diógenes de França Medeiros/RN (CBF2)

Assistente nº 1: Samuel Oliveira Costa/CE (CBF2)

Assistente nº 2: Marcione Mardônio Ribeiro/CE (CBF2)

4º Árbitro: José Cleuton Lima/CE (CBF2)

Assessor CONAF: Francisco José de Sousa Soares/CE

 

 

CSA/AL X Guarani/CE

 

Grupo: A6

Data: Domingo, 19/06/2016

Horário: 16h30min

Estádio: Rei Pelé, em Maceió-AL

Árbitro: Clizaldo Luiz Maroja Di Pace França/PB (CBF2)

Assistente nº 1: Maxwell Rocha da Silva/AL (CBF2)

Assistente nº 2: Cláudio Camilo da Silva/AL (CBF3)

4º Árbitro: Júlio César Ferreira Farias/AL (CBF3)

Assessor CONAF: José Elias Santos Filho/AL

 

 

Uniclinic/CE X Potiguar/RN

 

Grupo: A8

Data: Segunda-feira, 20/06/2016

Horário: 20h

Estádio: Estádio Presidente Vargas (PV), em Fortaleza-CE

Árbitro: Antônio Santos Nunes/PI (CBF2)

Assistente nº 1: Ramon Lima Machado/CE (CBF3)

Assistente nº 2: Jaílson Albano da Silva/CE (CBF3)

4º Árbitro: Antônio Magno Lima Cordeiro/CE (CBF3)

Assessor CONAF: Paulo Sílvio dos Santos/CE

A Taça Fares Lopes 2016 ainda nem começou, mas já está causando polemicas em relação à participação do Ferroviário Atlético Clube. A competição está com data de inicio marcado para o dia 07/08, com onze clubes participantes. O campeão terá o direito de disputar a Copa do Brasil em 2017. Caso o campeão seja Fortaleza ou Ceará, o melhor colocado excetuando os dois times vai a Copa do Brasil.

ENTENDA O CASO

No dia 18 de abril, o Departamento de Competições da FCF abriu período de pré-inscrição para a Taça Fares Lopes 2016, que se estendeu até 18 de maio.  Passado o período, quatorze times estavam catalogados, sem a pré-inscrição do Ferroviário. O Barbalha, Itapajé e Tiradentes desistiram da disputa antes da reunião do Congresso Técnico.

No dia 31 de maio, a FCF convocou o Congresso Técnico da Fares Lopes e logo na abertura da reunião o presidente da Federação Cearense, Mauro Carmelio, colocou extraordinariamente em votação o pedido do Lula Pereira para inserir o Ferroviário na competição, mesmo tendo passado o prazo para inscrição. Por 8 votos a 2 o Ferroviário foi o 12º time na competição.(Ferroviário e Quixadá não estiveram presentes).

Na mesma reunião com os doze times inscritos os dez representantes dos times escolheram a fórmula de disputa com quatro grupos de três times. Além dos debates para a definição da fórmula foram feitos sorteios para os cabeças dos grupos e esboço da primeira rodada, bem como a definição do apoio da FCF a partir da segunda fase. De cada grupo passariam dois times e, os oito times entrariam no sistema mata-mata até a fase final. A primeira fase com jogos de ida e volta.

Na noite do dia 31, já se ouvia falar da desistência do Ferroviário, pois a presidência Coral não se entendia com o Lula Pereira. Nesse vai, não vai a FCF esperou até dia 02/06. Com o anuncio oficial da desistência Coral, foi elaborada a tabela oficial e o regulamento da competição por volta das 18h. Ao amanhecer do novo dia a conversa já era outra. O presidente do Ferrão Willemar Rodrigues soube que teria um patrocinador e resolveu solicitar que a FCF abrisse uma nova chance.

No dia 06 de junho, Willemar Rodrigues e Aderson Junior estiveram na FCF e conversaram com o presidente em exercício da Federação, Eudes Bringel e o gerente de competições, Júlio Manso, mas o resultado foi negativo. A FCF não poderia mexer no regulamento que já havia sido publicado. No dia seguinte foi a vez do Lula Pereira ir a sede da FCF e conversar com Eudes Bringel, mas outra vez a resposta foi negativa. “O Ferroviário é o time que mais cobra lisura por parte da Federação e por esse mesmo motivo não poderia aceitar o pedido de mudança” explicou Eudes Bringel.

Outro motivo alegado pela presidência da Federação é que alguns times já se manifestaram contra a possibilidade de outra chance par o Tubarão da Barra. No inicio da noite desta quinta-feira,09, mesmo com as negativas, o ex-presidente  Coral Carlos Mesquita, garantia que o Ferroviário disputará a Taça Fares Lopes este ano e a Série A cearense em 2017.  Nos resta aguardar os novos capítulos

A torcida do Ceará não quis saber se era um feriado e lotou a arquibancada e os demais espaços do Estádio Carlos de Alencar Pinto nesta quinta-feira, 2, dia em que o Ceará Sporting Club com,emora 102 anos de fundação. Enquanto o0s atletas treinavam para o confronto de sábado diante do Sampaio Corrêa no Maramhão. a torcida cantava o hinmo do Clube e outras músicas que demonstravam seu sentimento pelo Ceará.

 

 

A grande festa com comparecimento acima ddo esperado para um dia útil chamou a atenção dos atletas. "Foi uma festa de chamar a atenção, a gente sabe que o Ceará tem uma torcida muito grande, que é a maior do estado, mas foi uma festa muito legal e serve para a gente perceber em que Clube grandioso estamos jogando", disse o atacante Alex Amado. Apesar de não ser titular, Alex Amado tem entrado os jogos e é um atleta resdpeitado pelo torcedor, principalmente por ter optado em deixar o Brasil de pelotas para ajudar o Ceará na luta contra o rebaixamento na temporada passada.

 

 

"A gente tem que perceber que estamos em um Clube imenso e centenário", lembrou o meia Felipe. O atleta marcou gols nas duas últimas partidas do Ceará na Série B e vive em um bom momento no Vovô. O técnico Sérgio Soares também se mostrou feliz em ser o treinador do Ceará nesse momento de aniversário. "Eu sinto orgulho de que era o treinador do Cear4á quando o Clube chegou ao seu centenário e agora, novamente em um momento de aniversário eu sou o treinador da equipe", lembrou op técnico do Vovô.

 

Fundado em 09 de novembro de 1954, no bairro Vila Manuel Sátiro, o Floresta é conhecido por apostar bastante nas categorias de base. Somente em 2015 a equipe se profissionalizou e disputou a Série C cearense conquistando o acesso a  série B em 2016, onde apesar do certame está sub judice ficou na quarta posição , mas, como o forte do Floresta foi sempre o amador as categorias de base, apesar da profissionalização, o trabalho na formação de atletas continuou e para coroar este trabalho neste sábado 28,  em uma final inédita no futebol cearense, Floresta e Tiradentes disputaram a taça Salvino Damião Neto, diga- se de passagem uma justa homenagem,  ao  grande goleiro Salvino, Campeão cearense pelo Fortaleza em 1982, 1983 e 1985, e Tetracampeão Paraibano pelo Botafogo/PB. Além do Fortaleza Salvino também jogou no Sport Recife/PÉ Botafogo/PB, Ferroviário, Ceará dentre outros clubes. Ultimamente antes de alguns problemas de saúde, atuou muitos anos como Preparador de Goleiros do Fortaleza Esporte Clube.

O JOGO

Pelo menos até os vinte primeiros minutos, as duas equipes se estudaram bastante e só após este período inicial, partiram em busca do gol, porém ainda cautelosos, ambos os clubes buscavam o erro do adversário.

O goleiro Cesar do Tiradentes com a pressão do clube da Vila Manuel Sátiro passou a ser o maior destaque do Tigre porem, depois de uma boa saída de Cesar, a bola sobrou do pé direito de Léo que não perdoou, mandou uma bomba indefensável, Floresta 1x0.

O Tigre sentiu o drama, mas seu ataque sentia a falta de seu articulador maior que estava no banco sem condições físicas, Itaitinga.

Apesar da pressão do tigre, o Floresta ainda era melhor taticamente em campo, e em um dos ataques do tigre o atacante Gaúcho do alvi verde, saiu da sua área com a bola dominada até ao círculo central, onde lançou na direita para Daniel, e correu para a área adversária, recebeu e na saída de Cesar ampliou o placar no PV 2x0 Floresta, na grande final inédita e assim terminou a primeira etapa.

No retorno do segundo tempo o Tiradentes voltou mais impulsivo, porém, o Floresta contra-atacava com bastante perigo Iago diminuiu aos sete para o Tigre, mas o Floresta reagiu e Renezito perdeu um penal, o Tigre atacava, mas o esquema defensivo do Floresta muito bem postado segurou a apertada vitória até o apito final do Árbitro.

Apesar do título haver ficado com o Floresta, o Tiradentes de Mozart Neto vendeu caro a derrota, foi um jogo digno de uma grande final.

FLORESTA 2x1 TIRADENTES

Final do campeonato cearense sub 20 2016

Estádio Presidente Vargas

28/05 /2016 15.30h

Arbitragem: Renato Pinheiro, auxiliado por Ramon Machado e Eleutério Marques.

Quarto árbitro:   Felipe Amorim.

Gols: Leo e Gaúcho (FLO) Iago (TIR)

FLORESTA

Tom, Daniel, Claudio , Wagner e Alan Pedro: Iago, Renezito, Léo (Erim (Gregori) e Lucas: Gaúcho e Paulo Victor (Clissman).

Técnico Gilmar Silva

TIRADENTES

Cesar, Davi, Caio, Alan Keven (Mossoró) e Lucas Neres: Junior, (Hugo), Tuloza, Iago e Jonathan: Danilo e Mascote (Wellesson).

Técnico: Mozart Neto

 

RONALDO DÉBER

Sexta, 27 Maio 2016 08:01

Série B sub judice

Escrito por

O Horizonte terminou na primeira posição na série B foi o primeiro clube a ascender à série A 2017. Na tarde desta quinta-feira 26 o Ferroviário venceu o Nova Russas por 2x0 e o Alto Santo goleou o Campo Grande no coliseu 5x1. O Ferroviário ficou em terceiro, portanto fora da condição de subir de divisão o Alto Santo em segundo dentro dos critérios. Porém, tudo isso está no papel entretanto nada pode ser validado visto que o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol no Ceará (TJDF-CE), através de seu presidente Jamilson Veras, emitiu despacho, no início da noite desta quarta-feira (25) proibindo que a Federação Cearense de Futebol (FCF) declare quem serão os times campeão e vice da Série B do Campeonato Cearense. Isso porque o órgão aceitou pedido de investigação feito pelo Ferroviário, que questiona a lisura do resultado de WO na partida entre Nova Russas x Alto Santo. Mais uma novela cheia de emoções acaba de ser lançada no futebol cearense cujo epilogo ainda é uma verdadeira incógnita. De um lado o Ferroviário possa de mocinho o Alto Santo de vilão ou é a FCF? O que acontecerá com o Horizonte? Uma vaga dois concorrentes. Você não pode perder o desenrolar deste drama, ou será comédia? Previsão de grandes emoções nos próximos capítulos.

Mais detalhes

Com isso, o resultado final do campeonato só sairá depois que o Tribunal julgue o mérito do pedido do Ferrão, que se diz prejudicado.

Os jogos deste meio de semana, assim como duas partidas atrasadas marcadas para o próximo domingo (29), aconteceram. No entanto, os seus resultados ficarão sub judice. E como não há data ainda para a definição do imbróglio, a Segundona cearense ainda deve se arrastar até o próximo mês de junho.

O motivo, a causa as circunstancias

O Ferroviário, até então vice-líder, sentiu-se prejudicado com os WOs definidos para dois confrontos seguidos do Alto Santo, seu adversário direto pelo acesso. Com os dois triunfos sem futebol jogado e o empate do Tubarão da Barra com o Horizonte, na rodada passada, o Gladiador do Sertão ultrapassou o Ferrão e só dependeria dele, na última rodada, para subir.

A primeira partida questionada foi contra o Barbalha, quando o time do Cariri alegou falta de dinheiro para pagar a taxa de arbitragem. Por isso, o jogo não aconteceu.

Em seguida, o Nova Russas alegou que não teve prazo suficiente para avisar à secretaria de esportes de Sobral e à administração do Estádio do Junco sobre o jogo com o Alto Santo. Com isso, quando as duas equipes chegaram à praça esportiva, ela estava fechada para eles.

A princípio, o TJDF-CE impugnou a primeira ação do Tubarão da Barra, referente a Barbalha x Alto Santo. Mas quando o clube recorreu com relação à segunda partida, o Tribunal optou por aceitar a ação e investigar o caso. Com isso, serão convocados para depor, dirigentes, integrantes da FCF, jogadores e outros profissionais envolvidos na realização das partidas.

 

RONALDO DÉBER

 

Com os dois gols que classificaram o Fortaleza para a 3ª Fase da Copa do Brasil, diante do Flamengo/RJ, em Volta Redonda-RJ, na quarta-feira (18/05), o volante Pio se tornou o vice-artilheiro do Fortaleza na temporada 2016, atrás apenas do atacante Anselmo.

 

No final de 2015 e início deste ano, Pio não apresentou um bom rendimento. Com Flávio Araújo como técnico do Fortaleza, no início da temporada, ele foi titular em somente quatro jogos, sendo dois no Campeonato Estadual e dois na Copa do Nordeste. Não participou das duas partidas pela Taça dos Campeões, diante do Guarany de Sobral.

 

No Campeonato Cearense foi titular nas vitórias frente ao Icasa, por 2 a 0, e Maranguape, por 3 a 2, respectivamente pela 7ª e 10ª rodadas da 1ª Fase. Na vitória, por 2 a 0, contra o Guarany de Sobral, em que Jorge Veras dirigiu o time e nos demais jogos, com Marquinhos Santos, Pio foi titular, com exceção das duas partidas diante do Guarani de Juazeiro, pela 3ª e 6ª rodadas da 2ª Fase, quando cumpriu dois jogos de suspensão, por ter completado a série de cartões amarelos e ter tomado cartão vermelho direto, no empate, em 1 a 1, com o Ceará.

 

Nos quatro jogos do técnico Flávio Araújo na Copa do Nordeste, Pio foi titular nos dois jogos diante do Botafogo-PB, no empate em casa, por 1 a 1 e na derrota, emJoão Pessoa-PB, por 2 a 1, quando o treinador caiu. Com a chegada de Marquinhos Santos, o volante ficou fora da equipe, na vitória diante do Sport Recife/PE, por 2 a 1, por ter completado a série de cartões amarelos e voltou no jogo seguinte, o triunfo frente à equipe do River/PI, também por 2 a 1, quando recebeu cartão vermelho e desfalcou a equipe na primeira partida contra o Bahia, na Arena Castelão, quando o Leão do Pici perdeu por 2 a 1, sendo eliminado no jogo de volta, ao empatar, em 1 a 1, na Fonte Nova, em Salvador-BA.

 

Na Copa do Brasil, deste ano, participou de todos os jogos. No total, são quatro jogos sob o comando do técnico Marquinhos Santos, todos como titular. Pio é o artilheiro da equipe na competição, com 3 gols marcados e ao lado de Anselmo e Jean Mota, são os três únicos jogadores, do atual elenco tricolor, que balançaram as redes adversárias em todas as competições que o Fortaleza participou este ano, com exceção dos dois jogos pela Taça dos Campeões, diante do Guarany de Sobral.

 

Na atual temporada, Pio, em 23 jogos, já marcou seis gols. Um, através de cobrança de pênalti; dois, através de cobrança de falta; e três com a bola em jogo. Dos seis gols marcados, quatro foram com Marquinhos Santos como treinador do time. Está na vice-artilharia do Fortaleza, em 2016, atrás somente de Anselmo. No ano passado, Pio marcou oito gols, em 42 partidas com a camisa do Tricolor de Aço.

 

Pio também tem se destacado com as assistências para seus companheiros marcarem gols. Já são cinco ao todo, o que o põe na segunda colocação neste fundamento, em todo o elenco, ao lado de Jean Mota e Felipe e superado apenas pelo meia Everton, que tem seis assistências na atual temporada.

 

São 32 jogos realizados pelo Fortaleza, na atual temporada, com 61 gols marcados, sendo 5 gols na Taça dos Campeões; 38 gols no Campeonato Cearense; 11 gols na Copa do Nordeste; e 7 na Copa do Brasil. A equipe tem uma média de 1,9 gol por partida, em 2016. Ao todo, 17 atletas do Tricolor de Aço marcaram 60 gols na temporada e apenas 1 gol foi contra: do zagueiro André Lima, do Uniclinic, na segunda partida da decisão do Campeonato Cearense, quando o Fortaleza venceu por 1 a 0, na Arena Castelão.

 

Os artilheiros da equipe, em 2016, são: Anselmo (15 gols); Pio (6 gols); Daniel Sobralense (5 gols); Everton (5 gols); Jean Mota (5 gols); Eduardo (4 gols); Núbio Flávio (3 gols); Juninho (3 gols); Hudson (2 gols); Elias (2 gols); Dudu Cearense (2 gols); Lima (2 gols); Felipe (2 gols); Max Oliveira (1 gol); Clebinho (1 gol); Leonardo Luiz    (1 gol); Edimar (1 gol); André Lima (Uniclinic, 1 gol contra).

Sol Ponte Motel